Descobrindo Charlotte Mason
Descobrindo Charlotte Mason
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Hesed

Hesed
Beatriz Fabro
mar. 20 - 4 min de leitura
010

Hesed ou Chesed é a palavra hebraica para misericórdia, sendo esta um amor leal, firme e fiel através do qual os envolvidos no relacionamento pertencem, voluntariamente, um ao outro. Este tipo de comprometimento pode ser “facilmente” entregue àquelas pessoas aparentemente retas, fiéis e sem pecados. Todavia, ninguém é assim. Ninguém mesmo. Todos nós pecamos(1), erramos dia após dia em nossas palavras e atos – dizer que você não peca já é um modo de pecar.

Houve um tempo onde, através do profeta Oséias – leia com calma o livro dele quando puder, é particularmente interessante – Deus falou ao seu povo sobre seus pecados. É interessante ver que, justamente como estava a situação do povo naquela época, por volta de 750 a.C., está a nossa sociedade. As pessoas estavam numa fase de alta prosperidade material, todavia, em situação de completa falência espiritual. Prostituições tomavam conta das pessoas – fosse do corpo, fosse da alma(2) – havia perjúrio, mentiras, homicídios, furtos, adultérios e arrombamentos(3), nada diferente do que vemos todos os dias nos jornais. Mas, por que tudo isto estaria acontecendo às pessoas que foram criadas por Deus com tanto amor? Se Deus tinha um chamado para o seu povo, por que sucedeu sobre eles todas estas coisas?

A Bíblia nos responde: Pelas próprias escolhas, as pessoas se afundaram em soberba e se perderam de Deus(4). Quanto mais confiamos em nós mesmos, mais nos afastamos da vontade de Deus, pois o nosso coração é enganador, frágil e tomado por emoções nem sempre sensatas, mas o coração de Deus é perfeito. Mesmo com os nossos erros, e por maiores que sejam os pecados e desvios, Ele sempre está de braços abertos para nós – isto não nos livra das conseqüências de nossos erros, mas nos oferece perdão e um novo fôlego para recomeçar.

Para o povo que cometeu todos os erros citados no parágrafo anterior – e que são muito parecidos com o nosso cenário atual – é necessário tornar-se ao SENHOR. Tornar-se significa dar às costas ao que não nos interessa mais e focar os olhos em Deus, pois, pelos nossos erros nos despedaçamos, mas Ele é quem nos sarará, debaixo do livre arbítrio que Ele nos deu criamos feridas, mas Ele pode as ligar novamente. Ao prosseguir e conhecer a Deus você encontra a nova esperança(5). Deus quer que o conheçamos de coração, que o conheçamos e ofereçamos à ele o hesed anteriormente citado, mais do que holocaustos e sacrifícios, é necessário conhecer à Deus, voltar-se à Ele e amá-lo de todo o coração. Para receber a restauração após alguma tempestade da vida, é preciso amá-lo e crer em Sua perfeita vontade.

Jó, devido às transgressões da vida, comparou-se às árvores, concluindo que melhor é o destino delas do que o destino dos homens, mas, posteriormente em sua vida, percebeu que Deus ama ao homem de uma maneira única, e que, aos seus olhos, somos como as árvores. Porque, há esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renova e não cessarão os seus frutos, se envelhecer na terra a sua raiz e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como planta nova(6) .


Quando estamos afundados em nossos erros somos como a árvore cortada, todavia, quando encontramos o amor de Deus e lhe oferecemos o hesed, ao cheiro das águas do Espírito Santo brotamos, cheios de vida e esperança, e começamos a re-aprender, re-aprender a falar, pensar, caminhar e amar. A maternar conforme o Espírito opera em nós!


Abraços,

Bia!


1. Romanos 3:23

2. Oséias 2:2

3. Oséias 4:2

4. Oséias 5:5

5. Oséias 6:1-3

6. Jó 14:7-


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você