Descobrindo Charlotte Mason
Descobrindo Charlotte Mason
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Condições fisiológicas para a Educação

Condições fisiológicas para a Educação
Emanuelly Medeiros
jul. 8 - 3 min de leitura
000

Podemos dizer que, se há um órgão do corpo diretamente dedicado à Educação, este órgão é o cérebro humano. Ele é o responsável por nossos sentimentos, emoções, intelecto, vontades, memórias e controle de outras partes do organismo. E como qualquer outro órgão ou parte do corpo, necessita de 3 elementos para se desenvolver de forma saudável: Exercício, Descanso e Nutrição.

Assim como os músculos hipertrofiam e ficam mais fortes e resistentes quando submetidos ao exercício, assim também nossa massa cinzenta se desenvolve quando submetida ao exercício mental. Hoje já sabemos que, ao fazermos uma leitura atenciosa, seguida de uma narração, por exemplo, estamos aprendendo, e isso se dá anatomicamente no nosso sistema nervoso, com a formação de novas sinapses entre os neurônios, formando novos caminhos, os quais se tornam cada vez mais fáceis de serem percorridos, a cada vez que revisamos algo já aprendido. Aí está o hábito formado!

Tão importante quanto o exercício, porém, é o descanso. O descanso é para o cérebro, assim como o alongamento é para os músculos. Precisamos dar um tempo para nosso cérebro descansar, e isso pode ser alcançado por meio do sono, de brincadeiras, ou até mesmo através da atividade, desde que seja uma atividade bem diferente daquela que nos fatigou. 

Mas de onde vem a nutrição necessária para suprir nosso cérebro de energia suficiente ao seu bom funcionamento? Dos alimentos, os quais nutrem o sangue de toda sorte de substâncias nutritivas.

Precisamos estar muito atentos à alimentação das crianças. Dessa alimentação depende o bom desenvolvimento do cérebro. Ainda mais porque as crianças são muito enérgicas, e estas energias precisam ser repostas. Mas também porque elas precisam de substratos extras, uma vez que estão em crescimento e em constante formação de novas células e novos tecidos. Charlotte Mason fala, inclusive, que a alimentação da criança precisa ser variada e administrada em um ambiente favorável, agradável, garantindo -se, assim, uma boa digestão. 

Além dos alimentos, o Ar é essencial, na medida em que, através dele, o oxigênio, esse gás vital, entra nas nossas células sanguíneas, promovendo todos nossos processos fisiológicos. Daí a importância dos passeios diários ao ar livre, proporcionando o contato das crianças com um ar mais puro.

O que podemos concluir de tudo isso é que, se queremos uma Educação eficiente, não podemos nos esquecer do básico, ou seja, de garantir condições fisiológicas saudáveis para que todo os demais processos ocorram. E isso, ao meu ver, está incluso em "não desprezar" as crianças. 

Eu estou encantada em ver o quanto a visão de Charlotte Mason é abrangente a respeito da Educação! Ela simplesmente não deixa passar nenhum aspecto que seja importante neste processo. É impressionante, e fico refletindo o quanto ela se esforçou em aprender até sobre fisiologia humana (porque teoricamente não era a área dela). Tamanho esforço só poderia vir de um coração cheio de amor. ❤


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você